segunda-feira, 18 de julho de 2011

FOME


A fome no mundo é um drama dantesco, horrendo, vergonhoso e continua a fazer milhões de vitimas, mas o que se tem feito não é o suficiente, e parece que muita gente neste mundo vai continuar condenada a uma pena de morte, mesmo sem ter feito mal a ninguém, milhões de pessoas com fome no mundo, para muitos é a sentença de morte, porque os alimentos que chegam nem sempre chegam a tempo de os salvar, e não chega a todos, é mais um problema das políticas praticadas por governos que já não raciocinam, não por falta de alimentação, mas por comerem de mais, pois a agricultura ainda não faz parte da ementa politica deles, porque eles ainda não sabem o que é a fome, não sabem o que é morrer um bocadinho por dia, durante muitos dias, não sabem o que é uma pessoa perder as forças ao ponto de não se poder levantar nem tão pouco sacudir os mosquitos que lhes cobre o rosto, verem a carne a derreter, dia a dia, os ossos a sobressaírem da pele e os olhos a saírem das suas órbitas, não há maior filme de terror como aquelas imagens que toda a gente já viu nas televisões e muitos já viram ao vivo, aquele inferno, que afinal é este mundo.

Mais uma vez se põe o problema da crise. Mas afinal quem é que fez a crise? Quem especulou? Quem roubou? Quem arruinou a economia? Os pobres não foram, então porque será que têm que ser sempre as principais vítimas? Os principais causadores, ainda beneficiam desta ruína financeira, pois o que vemos é os governos a ajudar os impérios, para que não caiam na desgraça, que seus gerentes causaram, rios de dinheiro continuam a cair num saco roto como chuva a cair no oceano, e o investimento nas guerras também continua dantesco, para alimentar interesses dos que se dizem senhores do mundo, é odioso pensar que o dinheiro que se gasta nas guerras dava para alimentar estas pessoas que sofrem de má nutrição e evitar que muitas morressem à fome, investir na agricultura onde esta fosse viável e fazer chegar os alimentos às regiões mais fustigadas pelo clima.

As alterações climáticas, vão agravar ainda mais este drama para juntar às asneiras dos donos do mundo que contribuíram e continuam a contribuir para que as alterações climáticas cheguem mais cedo e de forma mais violenta, que vai espalhar o caos neste planeta, que está a ser destruído por mãos criminosas, em nome da economia, que afinal, mesmo assim, está arruinada.

Já é a segunda vez que eu publico neste blogue um artigo sobre este tema, mas nunca é demais lembrar e repetir vezes sem conta este drama, e a comunicação social também tem chamado à atenção para este terror que se vive em África, e não só, a fome abunda por todo o mundo incluindo os países desenvolvidos, isto por causa das crises financeiras que alguém teve o interesse de as criar em proveito próprio, marimbando-se para quem padece com este descalabro. Se esta crise existisse, mas se víssemos que foi por motivos de acabar com a fome no mundo, até era bem aceite por todos nós e daria mais gosto sacrificar-nos em pagar esta crise, mas o pior é que estamos a pagar e não sabemos o que foi feito ao dinheiro, pois ele desapareceu e ninguém sabe em quê, ou melhor sabemos mas não podemos dizer, o que é certo é que a crise vai continuar, a fome vai continuar e com tendência a aumentar, mas por outro lado, os hotéis de luxo continuam cheios, as grandes fortunas acumulam-se, e o povo continua a assistir impávido e sereno.