quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

A humanidade por um fio


http://www.esquerda.net/artigo/pe-entrega-premio-sakharov-ativistas-yazidis-nadia-murad-e-lamiya-aji-bashar/45963


A humanidade é o flagelo dela própria, todos somos coniventes com todas as atrocidades que se fazem no mundo, somos parte integrante de seres com instintos selvagens e assassinos por natureza tal como os animais selvagens, somos todos culpados por todas e cada uma das vítimas de guerras, fome, violência doméstica, perseguições políticas ou religiosas, tráficos de seres humanos, e todas as atrocidades cometidas por todos os animais humanos mais selvagens que os próprios animais da selva. A humanidade tem todos os motivos para se envergonhar, e muito. Afinal, onde está a nossa inteligência? Animais racionais! Em quê? Na ganância, inveja, mais importante que os outros, estúpidos, arrogantes, assassinos, praticar o mal, matar, roubar, tratar mal os outros, desprezar a educação e apenas usar o que temos de ´´melhor``, estupidez atroz, monstruosidade sem limites. Todos somos perigosos para nós próprios, todos nós somos o veneno para a nossa própria extinção. Claro que nem todos nós somos maus de todo, nem todos praticamos estas atrocidades, mas como disse, somos coniventes, não damos o devido interesse e apoio a quem sofre com as maldades dos outros, nem tão pouco temos a coragem de os eliminar, porque afinal, meia dúzia de maçãs podres, vão contaminar todas as outras. Era preciso fazer uma limpeza geral na humanidade, e eliminar todos os elementos podres que há, e que são muitos mesmo.
         

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é importante, dê a sua opinião e ajude a divulgar, agradeço a vossa participação. Sejam bem-vindos.